Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



GUINESS STOREHOUSE, DUBLIN, IRLANDA

por mmsfr, em 20.04.12

Estive em Dublin a trabalho, não foi possível conhecer muito da cidade mas uma das coisas que tivémos oportunidade de fazer foi visitar a Guiness Storehouse no edificio de St. James Gate onde no século XVIII, Arthur Guiness produz a famosa cerveja com o mesmo nome.

Na verdade não sei dizer quanto custaram as entradas porque fomos á hora de jantar e creio que estava aberto apenas para eventos, assim que entrada estava incluida. O espaço, dividido em vários pisos não conta apenas a história da cerveja Guiness mas uma boa parte é uma explicação de como é produzida, de quais são os ngredientes, ao qual o 5º dizem ser o fundador da empresa, Arthur Guiness.

 

Logo ao principio da visita encontramos o Arquivo da empresa, onde podemos ver por exemplo centenas de coloridas garrafas de cerveja expostas. 

Os passos seguintes estão relacionados com a produção e logística: desde a matéria prima até ao armazém. A exposição está feita de uma forma muito interessante, realçando cada um dos quatro ingredientes vitais para a qualidade da cerveja Guiness e o seu processo na produção da cerveja. Tudo com o apoio audiovisual que permite entender melhor como funciona. 

 

 

 

 

Numa das salas temos uma "timeline" da história da Guiness que começa com o seu fundador: "Sem Arthur, no poderia existir Guiness". Para além do seu retrato podemos ver alguns dos objectos pessoais do homem que em 1759 começa a produzir uma das marcas de cerveja mais conhecidas do mundo.

Há uma zona a que chamam the Guinness Taste Experience, creio que no horário de abertura normal está incluido no preço das entradas provar uma cerveja seguindo os conselhos colocados num painel afixado á parede. A nossa prova de cerveja foi no Gilroy's restaurante num piso mais alto.

 

Antes de chegar ao restaurante passamos pela zona de publicidade, um arquivo de todas as campanhas e ferramentas que a Guiness utilizou ao longo da sua existência para promover a sua marca. Havia uns postos com televisores onde podíamos entrar no seu arquivo de anúncios publicitários e ver a sua evolução ao longo dos anos, como tinha pouco tempo vi só um anúncio dos anos 60 onde anunciavam a "half a pint", metade de uma caneca cujo público-alvo era feminino.

 

O nosso jantar foi servido no Gilroy's Restaurante em modo de buffet e foi aqui que provámos a Guiness. O processo de servir a cerveja não é tão rápido como as demais, não enchem o copo e deixam-na repousar durante algum tempo para depois enchê-lo. A espuma que produz é cremosa, mais espessa que as cervejas que estamos acostumados a beber. Não podia beber mas pedi a "half a pint" com apenas 2º de alcool (metade da normal) e gostei porque nunca tinha provado, tem um sabor suave e não tem tanto gás.

Não chegámos a subir até ao Gravity Bar, um excelente miradouro para a cidade de Dublin ainda assim de onde estávamos podíamos ver a cidade ainda que não no método 360º do referido bar. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Abril 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930