Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



MUSEU PALATINO, ROMA, ITÁLIA

por mmsfr, em 03.08.12

A sua entrada está incluída na visita ao Monte Palatino (que no nosso caso foi feita com o Roma Pass) e reúne vários artefactos que foram encontrados neste local, alguns serão originais mas grande parte pelo o que vimos pelas placas diziam que eram cópias. Ainda assim reúne uma impressionante colecção de bustos e esculturas, além de restos de mosaicos que decoravam as casas dos que aqui viviam.

A colecção divide-se entre a história do Monte Palatino e a zona onde podemos encontrar as várias estátuas da época imperial romana.  

 

Uma das esculturas mais relevantes é esta da Erma di Canefora realizada em bronze e que data do século I. As Canéforas ou Canephorae eram jovens virgens de familias aristocratas na Grécia Antiga que eram chamadas para lidar as procissões, geralmente carregavam cestas que continham ofertas ou objectos utilizados em sacrificios aos Deuses.

A seguinte é uma cópia de um Fanciullo Pescatore que data do século II e representaria uma criança a pescar. 

Na foto seguinte está uma escultura que segundo a inscrição representaria um príncipe da dinastia Julio-Claudiana (que se refere aos cinco primeiros imperadores romanos). Também na sua descrição está o nome Hermés, que na mitologia grega era o filho de Zeus e um dos doze deuses do Olimpo e que parece inspirar o corpo da estátua pelo corpo nu e a manta no braço esquerdo.

No pedaço de fresco recuperado podemos ver Apollo Citaredo, nele o deus Apolo, filho de Zeus aparece com uma lira nas mãos. Esta representação de Apolo aparece também noutras esculturas.

Na parede vermelha estão dois frescos que representam o Riti Bacchici, um ritual dedicado a Baco, o deus romano do vinho. Segundo a placa estariam na Domus Transitoria, o palácio do imperador Nero que foi consumido pelas chamas no grande incêndio de Roma. Ao lado estão uns mosaicos recuperados da Domus Tiberiana, o palácio do imperador Tibério. 

Esta interessante escultura em mármore tem a seguinte descrição Satiro che si guarda la coda. Um sátiro era uma personagem da mitologia grega metade homem, metade bode. Nesta representação ele estaria a olhar para a cauda, que com o grau de destruição da escultura não se vê.  

A escultura seguinte é uma cópia da criada por Kephisodotus, um escultor grego. Nele podemos ver Dionysus e segundo a descrição ele estaria ao colo do pai, Hermés.  

No museu há alguns corpos representando mulheres, grande parte só têm o tronco, este é uma representação da deusa Ártemis, a deusa da caça, da vida animal e também virgindade e do nascimento. Era filha de Zeus e irmã gémea de Apolo. Para os romanos a mesma deusa era Diana. 

O que mais salta vista é o grau de detalhe da sua roupa.

Por último, uma cópia romana de um original grego que representa uma estátua dupla de Dionysus, a que está atrás será a sua versão mais jovem e a da frente já em adulto. 

Apesar do post extenso, a exposição em si não é muito grande. Ainda assim não vou catalogar tudo o que vimos mas aqui ficam mais imagens de outras esculturas que vimos no interior do museu:

 

 

 

 

 

 

VER GUIA DA CIDADE:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:50


2 comentários

De Osiris Serra Jr a 28.11.2012 às 16:19

Acrescentando uma informação sobre a maioria das estátuas estar sem a cabeça, é que elas foram retiradas por ordem da igreja católica.
28/11/2012

De mmsfr a 30.11.2012 às 09:45

Obrigada Osiris pela informação adicional.

Comentar post




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031