Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CATEDRAL DE NOSSA SENHORA, LUXEMBURGO

por mmsfr, em 31.10.12

Este mês de Outubro trouxe á ribalta a Catedral de Nossa Senhora no Luxemburgo, foi nela que se casou o Grão-Duque Guillaume do Luxemburgo com a Condessa Stéphanie de Lannoy numa cerimónia onde estiveram presentes membros das várias casas reais como os Duques de Bragança e os Principes das Astúrias. Nós visitámo-la em Dezembro do ano passado quando ainda estava decorada para o Natal.

A primeira construção data do século XVII como parte de um colégio de jesuítas, no século XVIII depois dos jesuítas abandonarem o Luxemburgo, a Imperatriz Maria Teresa entrega a igreja á cidade passando a ser dedicada a S. Nicolau e S. Teresa. Só no século XIX se torna Catedral. O seu estilo é maioritáriamente gótico, com alguns apontamentos do renascimento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:25

CATEDRAL DE SAN PIETRO, BOLONHA, ITÁLIA

por mmsfr, em 30.10.12

Percorríamos a Via da Independência quando vimos a grande fachada de uma igreja e decidimos entrar. Tínhamos ido até Bolonha sem mapa, sem referências, sem nada...íamos á descoberta e foi assim que encontrámos a catedral da cidade, passeando casualmente por uma rua...

Ao entrar percebemos que afinal era mais que uma igreja era a Catedral de Bolonha dedicada a São Pedro.

Grande parte do que vemos actualmente é da sua reconstrução no século XVIII mas desde 1028 que neste local existia uma igreja. Não sobreviveram por isso os frescos pintados por artistas da escola de Ferrara e cujo trabalho inspirava outros como Michelangelo.

Começou com um estilo românico, depois gótico até ao barroco dos dias de hoje onde a capela "maggiore" é a sua principal atracção ornamentada com frescos e esculturas.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05

PASSEIO DA FAMA, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 29.10.12

click here for the english version

Tinha muita curiosidade em conhecer o Passeio da Fama (versão espanhola do que está em Hollywood) na Calle Martín de los Heros junto á Calle Princesa. Coloquei a expectativa lá no alto e na minha cabeça imaginava um passeio em mármore escuro como um céu estrelado onde se destacariam as estrelas de cada artista homenageado. De onde fui eu tirar esta ideia? 

Assim que entro na rua em questão começo a andar e já tinha passado duas ou três estrelas enquanto procurava o tal passeio de céu estrelado até que olho bem para o chão e vejo uma estrela com o nome do António Banderas e penso: "É aqui?" É isto? Será de certeza."

É mais discreto que o original de Hollywood. Na realidade, para os anos dourados que viveu e ainda vive o cinema espanhol com artistas reconhecidos por todo o mundo (a Cruz, o Bardem, o Banderas e uma mão cheia de bons realizadores) achei que mereciam um melhor destaque mais próximo daquele que imaginava. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

LE PETIT BISTROT, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 28.10.12

O passeio ao Parque de Berlim foi feito já no final da manhã e pedia um almoço na zona. No mesmo post do blog Madrid Y Yo onde sugeria o parque sugeria também o Le Petit Bistrot que ficava ali perto. Também já tinha algo sobre o restaurante numa revista que sugeria o brunch neste restaurante mas segundo o que vi no próprio site do Bistrot, só o do Bairro das Letras é que tem.

O interior do restaurante (como se esperava) estava decorado como um bistro parisiense, um ambiente acolhedor sem dúvida mas o tempo ainda estava agradável e decidi ficar na esplanada. Mais tarde arrependi-me e é talvez a única falha que vejo no restaurante porque a idea que temos de Paris e de um bistro, é que o seu interior pode ser muito acolhedor mas a sua esplanada é sempre convidativa. As mesas e cadeiras em verga com almofadas confortáveis...aqui nada disso...aqui é a típica mesa e cadeira de esplanada desconfortável que podia bem ser de um bar de "cañas y tapas" qualquer. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:43

PARQUE DE BERLIM, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 28.10.12

Fizémos uma pausa na busca do melhor hamburguer da cidade, do melhor indiano e da melhor pizzaria para tentar encontrar o melhor parque. Não será o de Berlim apenas por uma questão logística: fica muito longe de onde vivemos. Por outro lado tem aquele charme de parque de bairro, aproveitado por quem ali vive estando longe da esfera turística de Madrid (á excepção da minha presença). Como tinha lido uma recomendação no blog: Madrid y Yo, decidi vir espreitá-lo.

Fica na zona de Chamartín e como o nome indica é dedicado á cidade de Berlim, segundo o Wikipedia foi inaugurado em 1967 com a presença do presidente de Berlim Ocidental - dizem ter sido para celebrar a relação entre as duas cidades, actualmente Madrid e Berlim têm uma relação de parceria de "sister/partner cities". É no entanto mais famoso pelo o facto de no seu lago principal ter três peças do Muro de Berlim cujo derrube aconteceu vinte e dois anos depois da inauguração do parque. Em 1990, foram ali colocadas 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:44

TARTAN, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 27.10.12

Uma ocasião especial levou-nos a almoçar no Tartan, um restaurante no bairro de Salamanca que em tempos esteve na moda. A decoração ajuda a explicar o nome, com as cadeiras em tecido xadrez escocês: o Tartan.

O ambiente é por isso acolhedor e um pedacinho da cultura britânica em Madrid. Tínhamos mesa reservada mas ficámos com a sensação que não seria necessário fazê-lo porque estava vazio quando chegámos e nunca encheu até sairmos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:47

PLAZA DOS DE MAYO, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 26.10.12

Para quem vive em Madrid será uma da praças mais emblemáticas e talvez polémicas. No ano de 1808 e no dia 2 de Maio os madrilenhos iniciam a sua revolta contra a ocupação francesa dando origem á guerra peninsular.

Está no boémio bairro de Malasaña que tem também um história curiosa ligada á ocupação francesa já que o bairro recebeu ese pela morte de uma famosa costureira que se chamava Maria Malasaña, assassinada pelos franceses nesse mesmo dia com a desculpa de estaria armada e por isso pertencia á revolta.

Desde então o bairro e esta praça em particular têm muitas histórias para contar e na década de 1980, muitas delas não eram das melhores. Ali nasce a "movida" e também uma zona de drogas e decadência que lhe conferiu durante muito tempo uma personalidade mais dura. Hoje o bairro renasceu das cinzas, é um dos mais requisitados de Madrid e com ele a Plaza dos de Mayo, com as suas agradáveis esplanadas, parques infantis (são pequenos mas têm um em cada canto da praça) e este mercado o Dosde Market que se realiza aos Sábados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23

Pág. 1/4




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031