Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



ESTÂNCIA SERRA NEVADA, ESPANHA

por mmsfr, em 30.03.09

Hoje conhecemos…a estância de neve da Sierra Nevada.

Fomos exactamente antes da semana da Páscoa, não podíamos ter feito melhor escolha de época. Boa neve, boas condições para o ski ou snowboard, bom tempo com alguns dias um pouco mais tremidos, mas sempre com posibilidades de esquiar. Creio que o pior dia foi o primeiro em que se montou um nevoeiro que só andei numa pista verde e mesmo assim não via um palmo, de resto sempre em grande.

Ficámos no Grand Hotel Monachil que tem acesso directo ás pistas, pelo menos para quem já faz muito bem, eu por ejemplo não arrisquei e desci sempre pelas cadeiras que davam acesso ás telecabinas.

Eu gostei do Hotel, não é própriamente o mais luxuoso mas está localizado numa zona mais calma e para quem sabe, pode perfeitamente aproveitar a vantagem de ter acesso directo ás pistas sem ter que subir ou descer cadeiras.

A comida funciona com buffet, a única coisa que nos podemos queixar (para além da falta de sabor de alguma comida) foi que ao fim de alguns dias começamos a enjoar com a falta de variedade. Mas como tem um preço atractivo não nos podemos queixar muito. Quando queríamos variar um pouco mais, fazíamos um “apréz-ski” mais reforçado e depois íamos ao buffet só para comer fruta ou uma salada.

Ainda fomos a alguns bares, um com uns portugueses que conhecíamos e que encontrámos ali, Irish Coffee que fica na Plaza da Andaluzia.

Outro dia fomos ao Xnou Bar que era logo á saída do Rio (a principal pista que vai até á praça da estância, a alternativa é descer pelas cadeiras) e depois outro ao pé das telesillas que davam acesso ao nosso hotel. Conhecemos ainda o Tia Maria que foi dos que mais gostei, era mais acolhedor e o que comemos estava óptimo.

Lá em cima comemos os bocadillos e pizzas do costume, entre eles pode-se dizer que a qualidade não varia muito, mas como o foco é aproveitar o tempo de neve ao máximo, acabamos por deixar as refeições em segundo plano.

Quanto a materiais de ski e aulas, nós comprámos a viagem pela Sporski, cometi o erro de contratar com eles as botas e os skis, dirigi-me á Loja Monitor Tecno que tem o acordo com eles. Uma desgraça! Um drama! Eu diria até que fui vitima de maus tratos. Nunca mais volto a prender a um serviço desta maneira porque quase saio a perder…digo quase, porque os skis aluguei mesmo lá para não piorar a situação económica.

Para além da má educação e da forma como tratam clientes, sejam eles quais forem (nem as criancinhas ficaram imunes), o material que nos deram era de péssima qualidade. A prova é que no primeiro dia, para além de uma incrível dor nos pés porque eles não acertavam com o número (nem queriam), passei a vida no chão e pensava que era de ser azelha. Vim mais tarde a verificar numa outra loja que os skis não estavam bons e que deviam estar mais “afiados” para cortar melhor a neve. Nessa mesma loja, o dono pediu ao empregado para ali me pôr os skis como devem estar (e não o tinham que fazer), explicou-me depois o que deveria fazer para reconhecer quando os skis são maus ou bons. No dia seguinte voltei, não aguentava com os pés, descubro que é podólogo e que trabalha com muitos instrutores e socorristas da estância, que chega a moldar-lhes as botas aos pés. Eu que sofro tanto com isso, os de ski sabem do que falo, decidi experimentar. Após várias apalpadelas e exercicios com os pés, lá comprei umas botas que a meu ver não foram muito caras (custaram perto de 200€) e ao final de uma semana parecia que os meus pés estavam nas nuvens. O meu rendimento subiu consideravelmente. O nome da loja Iliberis e fica na rua do Hotel Mélia Sol y Neve.

As aulas na escola oficial tinham um preço exorbitante, fui a uma outra escola onde me calhou um Javi que era cinco estrelas. Aprendi mais em dois dias de aulas com ele, que uma semana de aulas de grupo, sem dúvida prefiro as particulares por mais dinheiro que nos custe, mas depois temos mais tempo e técnica.

A qualidade do equipamento é parte fundamental do bom aproveitamento da estância. Apresentei a minha reclamação á Sporski, mas não pedi devolução do dinheiro do aluguer das botas, informei apenas da pobre qualidade do serviço prestado por um parceiro deles e que devem ter atenção a este facto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:07




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031