Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CONFORTEL, ISLANTILLA, ESPANHA

por mmsfr, em 27.07.09

Hoje conhecemos...o nosso hotel em Islantilla, o Confortel. 

É um típico hotel de praia com todas as condições que costumam ter, piscina, jardim com cadeiras e chapéus de palha, courts de ténis e por ser muito popular em Espanha, campos de paddle.

O nosso quarto não era própriamente o mais espaçoso mas era o suficiente para o tempo que passámos nele, o nosso bébé até as sestas fazia no jardim, por baixo de uma sombrinha ou de uma árvore.

Logo em frente ao hotel estava a praia, para lá chegar só tínhamos que passar um portão de acesso hotel/praia e depois passamos o calçadão e "voilá", estamos na praia. São uns 5 minutos a pé porque tem um extenso areal.

Procurávamos uma praia de areia branca e águas azuis, não foi desta que encontrámos. A areia é mais clara que o habitual para uma praia espanhola, mas entrando na água não conseguíamos ver os nossos pés. Quanto a temperatura, era boa como uma Costa da Caparica nos seus bons dias.

Passámos por isso mais tempo na piscina do que própriamente na praia, de manhã era um pouco fria mas de tarde sabia melhor apesar de estar mais cheia de gente porque todos faziam o mesmo circuito de praia pela manhã e piscina da parte da tarde. 

Uma das melhores horas para um banho mais calmo era exactamente quando os espanhóis estavam a almoçar, uma vez que comem tarde.

Um problema neste hotel tem a ver com o facto de ser uma boa opção em termos de preço proporcionando que a "nata" esteja ali hospedada. "Nata" barulhenta, com pouco respeito pelos outros, alarves, perigosos, etc.. Onde realmente se notava as suas principais qualidades eram de manhã quando marcavam as cadeiras e sombras com toalhas do hotel por mais avisos que proibissem fazê-lo, depois tomavam o pequeno-almoço, passavam a manhã na praia, almoçavam, dormiam a sesta no quarto e depois sim utilizavam as cadeiras que marcavam. Simplesmente indecente, pior ainda todos faziam o mesmo... 

Cheguei a ver escaramuças entre alguns deles, porque alguém fazia respeitar a regra tirava as toalhas e deitava-se, quem voltava esperando ter a sua cadeira á espera ficava desiludido e começava a discussão. Algo muito típico nestes hóteis que poderia ser solucionado se realmente fizessem cumprir a regra.

Quanto a comida, o restaurante era "buffet" e não nos podemos queixar da variedade, pena é que até o bacalhau era servido frito mas enfim. Eu gostei muito da zona das saladas e havia sempre sopinha passada para os bébés o que para nós era um grande stress na hora de escolher um hotel.

No seus arredores havia um centro comercial com lojinhas (onde comprei algumas roupas de veraneio), restaurantes e um bom calçadão que enchia ao final do dia com todos a passear. 

No lado esquerdo do hotel, nesse mesmo paredão estava montada uma feira de artesanato que animava ainda mais a zona.

Ainda comprámos algumas coisas, como uma foto a preto e branco, algumas gomas de fabrico artesanal (deliciosas), bijuteria, etc..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:31




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031