Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MERCADO DE MAJADAHONDA, ESPANHA

por mmsfr, em 28.05.11

Primeiro convém explicar que Majadahonda fica a uns 15 km do centro de Madrid, é um municipio com mais de 60 mil habitantes e uma boa alternativa para quem trabalha em Madrid mas não pode viver no centro, por preço e pelo tamanho das casas.

Mas é errado pensar que Majadahonda é um simples dormitório de Madrid, não, tem vida própria, tem bastante comércio e gente pelas ruas, todos os dias da semana.

Eu sempre tinha ouvido falar no seu mercado, é famoso e grande parte das pessoas que me recomendaram nem sequer vive em Majadahonda e ao fim de quase 8 ou 9 meses a levantar-me aos Sábados dizendo que ia ao mercado, hoje decidi cumprir com a minha palavra.

Estacionar é complicado, o ideal é deixar o carro longe e aproveitar o passeio a pé pelo centro.

Entrando no mercado começa a azáfama, gritos dos vendedores, gente que se cruza nos corredores apertados e irregulares delimitados pelas bancas. O típico.

Vende-se de tudo um pouco aqui, desde verduras a frutas, passando por plantas de cultivo e flores (esperava ver mais bancas de flores mas só vi duas, uma tinha muitas de plástico), roupa de cama, bijuteria, candeeiros e abajours, mas as barracas de roupa de senhora estavam em maioria. Claramente o alvo do mercado são as senhoras que saiem pela manhã á procura das pechinchas do mercado.

Os vendedores gritam: "Venga guapa, tenemos los mejores vestidos del mercado."

 

Para mim a decepção foi não encontrar uma boa bancada de flores frescas, coisa que vemos noutros mercados com frequência. Estava mesmo com vontade de comprar umas para colorir a casa. Encontrei duas bancadas, uma vendia-as em vaso e outra vendia essencialmente as plásticas, eram bonitas mas não é a mesma coisa.

Encontrei sim uma pérola, dois senhores com pinta de que tinham acabado de vir da sua hortinha e estavam ali a vender os seus produtos. Vendiam plantas para dar tomates cherry, normais, pepinos e até beringelas, tudo por 0,50€ o pé. Tinham também uns alhos com um aspecto tão bom que trouxe 3 por 1 euro e o carro ficou empestado com o seu cheiro o que é bom sinal.

Passei o resto do mercado á procura de outras barraquinhas dos género, que vendessem produtos da região, agricultura biológica, mas ou desconheço a dimensão do mercado ou não encontrei nenhuma. 

Fica uma última foto com a cesta cheia de saquinhos e a minha plantinha que se cuidarmos bem dará uns bons tomatinhos cherry e os tais alhos, bem carnudos e "cheirosos". 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:36




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Maio 2011

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031