Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CATEDRAL DE SANTA MARIA DE ALMUDENA, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 17.10.11

Talvez não tenha sido o melhor dia para visitar a Catedral, estavam a decorrer umas celebrações da Divina Misericórdia o que significa que o acesso era limitado. Várias placas indicam que durante as missas ou celebrações não podemos fazer a visita, mas todos foram entrando e fotografando (alguns com usando o flash) enquanto o bispo fazia o seu sermão.

De todas as maneiras conseguimos entrar ainda que sem poder subir á cúpula ou ver o museu. Está em frente ao Pátio de Armas do Palácio Real e as suas arquitecturas convivem em perfeita harmonia. Foi construída entre os séculos XIX e XX e foi consagrada pelo Papa João Paulo II.

 

A sua imponente fachada contém estátuas dos apóstolos e ao centro a da santa patrona da cidade de Madrid, a Virgem de Almudena com uma coroa dourada. A cúpula é de estilo barroco.

A entrada para a Catedral faz-se pela fachada lateral que dá para a rua Bailén. Não se paga ainda que peçam um donativo de 1€. As portas são em bronze a do meio representa a sua inauguração em 1993, a sua construção demorou cerca de 110 anos com várias paragens.

Em 2004 celebrou-se aqui o casamento do Principe Felipe das Astúrias com Letizia Ortiz. 

Entrando pela Catedral, a primeira coisa que nos agrada é a quantidade de luz que tem. Construída em forma de cruz latina e com um estilo neo-gótico, onde os tectos trabalhados dão um toque extra de cor e um torcicolo a quem a visita. 

 

 

A nave central é simplesmente grandiosa, ficámos uns bons minutos junto á porta da fachada principal para apreciar a sua dimensão, luminosidade e neste dia em particular, ver como estava cheia de crentes a assistir ás celebrações.

Na abside estão as pinturas do artista Kiko Arguello, com um estilo bizantino e representam vários momentos da história de Jesus Cristo como a crucificação e a ascenção. 

A cúpula tem também ela decorada com um céu estrelado cujas cores se destacam de tudo o resto que vemos pintado nos tectos. Pelo orificio central entra a luz do sol, a estrela mais importante.

Nas laterais estavam várias capelas como em todas as catedrais dedicadas as vários santos. Não entendemos se era por ser um dia especial ou se é rotineiro, mas em muitas delas padres ouviam um a um os crentes, numa conversa informal em busca de conselhos. Não nos pareceu ser como um confessionário porque normalmente são mais privados.

Pode não ser a Catedral mais bonita que alguma vez vimos, pode não ter a genialidade arquitectónica da Sagrada Familia, mas é sem dúvida um marco na cidade de Madrid, com uma construção moderna mas já com alguma carga histórica.

 

VER GUIA DA CIDADE:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:47




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031