Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA, ATENAS, GRÉCIA

por mmsfr, em 25.06.05

Hoje conhecemos...o Museu Nacional de Arqueologia em Atenas. 

E só a fachado do edificio já deslumbra, com a sua fachada de arquitectura típicamente grega, a começar pelas quatro colunas ao centro. Percebemos no entanto que estamos perante um edificio de construção recente e confirmamos depois que foi feito no século XIX. 

Ao entrar começamos a "navegar" pelas várias colecções, pela pré-história, o período Neolítico, a idade do bronze, a vários objectos e estátuas que suportam a mitologia grega.

Logo das primeiras estátuas a impressionar é a de um Kouros, que representavam os jovens do sexo masculino, de porte atlético e muitas vezes o termo Kouros era utilizado como equivalente a soldado.

Ao longe já se destacava esta estátua de bronze de Artemision. A dúvida fica no ar, será Zeus ou Poseidón?

O que lhe está a faltar na mão seria a chave do segredo, um raio ou tridente definiria quem era o ilustrado desta magnifica estátua a uma escala quase real.

 

A seguir entramos numa sala cujo vermelho da parede faz sobressair o branco das estátuas que ali estão, assim como uma de bronze que se destaque.

Encontramos o Diadúmeno, o atleta vencedor.  A fita á volta do cabelo e o manto junto á estátua deste jovem atleta são as provas de que saiu vitorioso. Foi encontrado na ilha de Delos. 

Destacava-se no meio da sala esta estátua de bronze do período helénico, que representa o jovem joquei de Artémis.

Creio que a foto não lhe fará justiça, ao vivo é muito mais interessante. A mão do rapaz que parece andar á solta estaria na realidade a segurar as rédeas ou as crinas do cavalo, na outra estaria um chicote.

A seguir vimos a estátua de Afrodite, a deusa do amor e da beleza.

Encontramos depois uma parte de um pequeno templo fúnebre de Aristonauta, foi encontrado num antigo cemitério de Kerameikos em Atenas.

O nome do guerreiro está inscrito na pedra.

 

 Segue-se uma cabeça que se acredita ser de uma estátua de Higéia, a filha de Esculápio, o Deus da Medicina e da Cura na mitologia grega.

 Ela tal como o seu pai era uma deusa ligada á saúde, ela seria para a prevenção e o pai para a cura.

Segue-se mais uma estátua de Bronze, a Ephebe. Acredita-se que poderá ser uma representação de Perseu e que na sua mão estaria a cabeça da Medusa, já que foi ele que a decapitou.Ele era o filho mortal de o deus dos deuses gregos, Zeus. 

Por outro lado, poderia ser Páris e na sua mão estaria a Maçã da Discórdia, oferecendo-a a Afrodite. Páris, é o famoso rapaz que se apaixona pela bela Helena, mulher do Rei de Esparta. Daqui nasce a história do Cavalo de Tróia.

Esta estátua achei ternurenta, encontrámos muitas estátuas de homens e mulheres, deuses e deusas, esta representa uma criança carregando o seu cãozinho.  

Entramos agora na era romana com uma estátua de Augustus, o imperador romano. O homem que não olhando a meios para atingir os seus fins, acabou por ser um bom governante e levar o império romano a ser mais próspero e estável.

Também do período romano surge este sarcófago de mármore e mostra a caça ao javali Calidón.

Ainda neste período encontramos uma estátua de metal de um atleta em pleno lançamento do disco. Esta é uma das provas olímpicas mais antigas que surgiu na Grécia.

Há muito para ver neste museu, muitas histórias e épocas que se cruzam, fomos pouco tempo mas ainda assim aproveitámos muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:50




Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Junho 2005

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930