Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


EMERITA AUGUSTA, MÉRIDA, ESPANHA

por mmsfr, em 21.06.09

Hoje conhecemos...um pouco de Mérida em Espanha.

Aproveitámos uns dias de férias em Junho para visitar a cidade, capital da Extremadura e local onde estão um anfiteatro e teatro do tempo da ocupação romana.

A cidade, cujo nome nessa época era Emerita Augusta foi a capital da Lusitania e hoje o seu espaço arqueológico faz parte do Património Mundial da UNESCO.

Primeiro visitámos o Anfiteatro, percorremos o trajecto que o mapa indica.

Não sei porquê mas ao vê-lo só me vinha a cabeça o filme de "O Gladiador". Realmente muita coisa que vimos coincidia com o que se vê no filme, mas principalmente a zona mais escondida do antigo espectáculo como por exemplo o local onde guardavam os animais ou os preparavam para que saissem para a arena e lutassem com um gladiador. 

 

As suas bancadas tinham capacidade para 15000 espectadores e tinham uma zona mais VIP, onde sentavam os políticos ou governantes da cidade.

Seguimos depois para o Teatro Romano. 

Em 25 a.c., para além das actividades desportivas, as actividades culturais eram amplamente fomentadas. O Teatro romano nesta cidade foi fundado cerca de 10 anos após o nascimento da mesma.

Esta "pérola" foi sofrendo algumas alterações chegando a ser na época dos mouros utilizada para reuniões politicas. Quantas "divinas" comédias terão passado por aqui? Os romanos preferiam comédias, entretenimento puro, nada que desse muito que pensar, para isso já lhes bastava a vida.

As máscaras romanas eram utilizadas para transmitir as emoções dos personagens.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:59

TRUJILLO, ESPANHA

por mmsfr, em 24.08.07

Hoje conhecemos...Trujillo.

A uns 35 minutos de Cáceres, o casco histórico de Trujillo apesar de mais pequeno é igualmente interessante.

A nossa visita começa na sua grande Plaza Mayor. Gostei muito do seu traçado, é ampla e aberta, depois tem vários edificios de construção diferente, uns de pedra outros pintados o que lhe dá uma certa diversidade e um colorido único. Tem também muito que ver e muitas esplanadas para aproveitar o bom tempo e comer qualquer coisa enquanto se bebe uma "caña".

 

Nesta praça está por exemplo a estátua equestre de Francisco Pizarro. Natural desta terra, Pizarro foi um grande explorador e conquistador espanhol, responsável pela conquista do Perú e que fundou a cidade dos Reism, hoje conhecida como Lima.

Por trás da estátua está a Igreja de San Martin, construção do século XVI de traçado renascentista é também conhecida pela sua torre do relógio.

Também junto á praça está o Palácio de la Conquista, também ele do século XVI. Construído pela familia Pizarro que tinha enriquecido graças ás conquistas nos Perú. 

// ]]>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:37

CÁCERES, ESPANHA

por mmsfr, em 24.08.07

Hoje conhecemos Cáceres. A nossa visita começa inevitávelmente por um passeio na Plaza Mayor onde no dia anterior tínhamos jantado num dos muitos restaurantes (demasiado) turísticos da zona. Dizem que em algumas zonas não se come tão bem como no resto de Espanha, eu não quero acreditar mas a verdade é que as ementas nestes locais resumiam-se a paellas e muitos fritos, muitas patatas bravas e calamares, ou pratos de "embutidos", nem só disto vive o povo muito menos o turista.

Verdade seja dita também não fizémos uma boa pesquisa de restaurantes, a culpa foi nossa.

Entrámos depois para o bairro monumental através do Arco da Estrella com a Torre do Bujaco e caminhamos até encontrar a Catedral de Cáceres, creio que o nome é Concatedral de Santa Maria.

De arquitectura gótica e construída nos séculos XV e XVI, achei a Concatedral menos luxuosos que outras do género. Grandioso era o seu altar que normalmente vemos banhados a ouro mas que aqui é todo feito em madeira esculpida. Ao visitar a Catedral podemos ver também outras zonas que não as naves principais, podemos ver por exemplo onde os padres se preparavam para as missas e os livros com as leituras e rezas em latim, cada exemplar feito á mão, todos únicos.

Na parte exterior do edificio está uma estátua de San Pedro de Alcântara.

Saímos em direcção á Igreja de San Francisco Javier, pelo caminho temos ainda tempo de ver o Palácio de los Golfines de Abajo.

Este palácio era uma casa-fortaleza, daí ter a sua torre que serviria para se protegerem colocando no cimo da torre homens com os seus arcos e setas para combaterem os inimigos.

Passamos por uma rua estreita com a torre do Palácio do lado esquerdo e vemos a imponente Igreja de San Francisco de Javier. Bom, pelo menos a mim parecia imponente, é realmente alta e não se parece com a comum igreja de bairro. A igreja é jesuíta, foi construída no século XVIII.

Da igreja foi explorar as várias ruas do casco antigo de Cáceres, ver os vários palácios de familias importantes que aqui se instalavam e algumas igrejas mais pequenas.

Visitámos ainda o aqueduto romano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:54



Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Flag Counter

Follow on Bloglovin

Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031