Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


IGREJA DE S. INÁCIO DE LOYOLA, ROMA, ITÁLIA

por mmsfr, em 25.07.11

Na impossibilidade de visitar a Capela Sistina no Vaticano (por falta de tempo e paciência para aguentar as intermináveis filas), achámos que visitar a Igreja de S. Inácio ajudaria a compensar essa falta.

Sem filas para entrar e a uns 5 minutos a pé (nem tanto) do nosso hotel pareceu-nos ser uma preciosidade ofuscada pela famosa capela com frescos de Miguel Ângelo.

Se calhar estamos a comparar a formiga ao elefante, não sabemos porque só visitámos a igreja de qualquer forma esta deixou-nos impressionados. Ficámos encostados á sua porta a apreciar o tecto coberto com os frescos de Andrea Pozzo, não nos conseguimos mover durantes uns bon minutos e só as dores no pescoço nos obrigaram a explorar outras partes da igreja.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38

BASILICA NOTRE-DAME DE FOURVIÉRE, LYON, FRANÇA

por mmsfr, em 23.06.11

Logo na praça de Bellecour conseguíamos vislumbrar a beleza da Basílica de Notre-Dame de Fourviére. Situada na colina com o mesmo nome, ocupa o lugar onde antes estava uma pequena igreja do século XV.

O acesso á basílica faz-se através de um funicular que sai da Place de St. Jean cuja viagem faz também parte da experiência da visita. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:14

PLACE SAINTE EUGENIE, BIARRITZ, FRANÇA

por mmsfr, em 29.04.11

A principal atracção desta praça é a Igreja de Sainte Eugenie, construída em honra da santa patrona da Imperatriz Eugenie, a mulher de Napoleão III. De estilo neo-gótico foi construída no século XIX.

 

A Eugenie de Montijo (nasceu em Espanha) passava muitos verões em Biarritz e fica instalada "Villa Eugenie" que hoje em dia dá lugar ao famoso Hotel du Palais. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30

IGREJA DO NOSSO SENHOR DO BONFIM, SALVADOR, BRASIL

por mmsfr, em 17.10.09

Hoje conhecemos...a Igreja do Nosso Senhor do Bonfim em Salvador.

Localizada na Sagrada Colina é a clara indicação da presença portuguesa em Salvador. Quando passeávamos de táxi pela linha da praia vimos logo ao longe a sua forma. Aqui tem lugar a Lavagem da Igreja, uma tradição antiga em que as baianas lavam as escadas segundo percebi no tempo da colonização os escravos eram obrigados a lavar a igreja por dentro e por fora.

Assim que chegamos vemos no seu gradeamento as famosas pulseirinhas (fitas) do Nosso Senhor do Bonfim.

Claro que comprámos uma, eu fiquei com uma laranja.

A origem das fitas é algo confusa, já vi várias versões no entanto uma parece ser comum, ela deverá ter 47cm que é o comprimento exacto do braço direito da imagem do Senhor do Bonfim. Talvez simbolize o braço direito de Deus, não sei bem, mas os três nós devem ter vindo depois para pedir os três desejos.

Por todo o lado elas dão cor á Igreja, mas não são do agrado de todos.

O interior da igreja é bastante adornado confirmando a sua importância, alguns elementos que a decoram vieram de Portugal, um deles a imagem do Nosso Senhor do Bonfim.

Nas paredes vemos alguns azulejos portugueses aqui colocados já muito depois da sua construção. 

Visitámos depois uma das zonas mais impressionantes da igreja, numa pequena sala vemos pernas e mãos feitas em cera, fotos, recortes de jornais e cartas, grande parte de pessoas que aqui vieram pedir ao Senhor do Bonfim para lhes curar uma maleita e aqui deixam estes "souvenirs" em troca desse favor, como quem vai a Fátima e queima uma vela num gesto de agradecimento.

Eu pedi saúde num dos três nós que dei, já tinha era torcido um pé...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59



Guia de Cidades


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031