Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


PLAZA DOS DE MAYO, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 26.10.12

Para quem vive em Madrid será uma da praças mais emblemáticas e talvez polémicas. No ano de 1808 e no dia 2 de Maio os madrilenhos iniciam a sua revolta contra a ocupação francesa dando origem á guerra peninsular.

Está no boémio bairro de Malasaña que tem também um história curiosa ligada á ocupação francesa já que o bairro recebeu ese pela morte de uma famosa costureira que se chamava Maria Malasaña, assassinada pelos franceses nesse mesmo dia com a desculpa de estaria armada e por isso pertencia á revolta.

Desde então o bairro e esta praça em particular têm muitas histórias para contar e na década de 1980, muitas delas não eram das melhores. Ali nasce a "movida" e também uma zona de drogas e decadência que lhe conferiu durante muito tempo uma personalidade mais dura. Hoje o bairro renasceu das cinzas, é um dos mais requisitados de Madrid e com ele a Plaza dos de Mayo, com as suas agradáveis esplanadas, parques infantis (são pequenos mas têm um em cada canto da praça) e este mercado o Dosde Market que se realiza aos Sábados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23

MERCADO CENTRAL, VALÊNCIA, ESPANHA

por mmsfr, em 24.06.12

Dizem que vale sempre a pena visitar este tipo de mercados numa cidade, o de Valência não é excepção só houve um problema, deslocámo-nos ao centro da cidade a um Domingo o que significa que estava fechado pelo o que não conhecemos ainda o seu interior.

Fomos ao Domingo á outro mercado, um no seu exterior onde se vende tudo um pouco, uma mini-feira que tem desde brinquedos, a cd's, livros e roupa. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18

MERCADO DE NATAL, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 18.12.11

É o nosso segundo ano a visitar o principal Mercado de Natal de Madrid. O ano passado fizémo-lo de noite o que permitiu aproveitar as luzes de Natal que este ano são exactamente iguais, além disso fomos no inicio de Dezembro e estava mais vazio. Este Sábado estava cheio, demasiado até.

Sendo que o Natal é o tema aqui podemos encontrar de tudo um pouco desde a árvore,o musgo para o presépio, as figuras ou um já feito, decorações para a casa e para a árvore, etc.. Digamos que a oferta pode não parece tão refinada como outros mercados de outras cidades europeias

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:41

MERCADO SAN ANTÓN, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 15.11.11

Renascem os mercados em Madrid. Já lá vai o tempo onde os únicos sitios onde comprávamos frescos era no mercado ou no mini-mercado, hoje em dia junta-se á palavra o super e o hiper, o que reduziu o número de compradores também por menor competitividade dos preços. Mas nada pode substituir essa qualidade na hora de atender nem a qualidade dos seus produtos que dificilmente encontramos nas grandes superficies.

Com o Mercado de San Miguel, os madrilenhos viram renascer um conceito dos alimentos frescos de alta qualidade, do comer bem, ainda que de pé e cotovelo com cotovelo. Mas o há mais mercados a partilharem o protagonismo, um deles é o Mercado San Antón no bairro da Chueca (na Augusto Figueroa). Um que já me tinham falado mas que sempre achei que era noutro sitio mais para os lados de La Latina o que sempre me levou a "bater com o nariz na porta. Hoje não, hoje conhecemos o Mercado de San Antón.

Segundo a sua história, como mercado de bairro, morreu com ele e renasceu com ele. Nos últimos anos a Chueca é um dos bairros da moda, onde muitas lojas alternativas e restaurantes de alta-cozinha abriram as suas portas. E com ele a remodelação do seu emblemático mercado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

LA COCINA DE SAN ANTÓN, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 14.11.11

Depois do sucesso do Mercado de San Miguel, surge o Mercado de San Antón no bairro da Chueca no coração de Madrid. Com um conceito semelhante mas uma "logística" diferente, o mercado tem três pisos, sendo que o primeiro funciona como zona de mercado tradicional, o segundo piso é uma zona de bares temáticos com várias iguarias e o último tem este restaurante: La Cocina de San Antón

Um espaço cuidado e com design moderno, tem bastante luz e uma excelente vista panorâmica para o resto do mercado. Sentámo-nos numa mesa a meio da sala mas para quem quer comer a dois, as suas mesas têm a vista da foto de baixo o que é excelente. Há também a possibilidade de escolher nos pisos inferiores o que queremos comer, ou seja escolher os ingredientes frescos e pedir para que se cozinhem no restaurante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:26

MERCADO DE MAJADAHONDA, ESPANHA

por mmsfr, em 28.05.11

Primeiro convém explicar que Majadahonda fica a uns 15 km do centro de Madrid, é um municipio com mais de 60 mil habitantes e uma boa alternativa para quem trabalha em Madrid mas não pode viver no centro, por preço e pelo tamanho das casas.

Mas é errado pensar que Majadahonda é um simples dormitório de Madrid, não, tem vida própria, tem bastante comércio e gente pelas ruas, todos os dias da semana.

Eu sempre tinha ouvido falar no seu mercado, é famoso e grande parte das pessoas que me recomendaram nem sequer vive em Majadahonda e ao fim de quase 8 ou 9 meses a levantar-me aos Sábados dizendo que ia ao mercado, hoje decidi cumprir com a minha palavra.

Estacionar é complicado, o ideal é deixar o carro longe e aproveitar o passeio a pé pelo centro.

Entrando no mercado começa a azáfama, gritos dos vendedores, gente que se cruza nos corredores apertados e irregulares delimitados pelas bancas. O típico.

Vende-se de tudo um pouco aqui, desde verduras a frutas, passando por plantas de cultivo e flores (esperava ver mais bancas de flores mas só vi duas, uma tinha muitas de plástico), roupa de cama, bijuteria, candeeiros e abajours, mas as barracas de roupa de senhora estavam em maioria. Claramente o alvo do mercado são as senhoras que saiem pela manhã á procura das pechinchas do mercado.

Os vendedores gritam: "Venga guapa, tenemos los mejores vestidos del mercado."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:36

MERCADO QUAI ST-ANTOINE, LYON, FRANÇA

por mmsfr, em 24.05.11

Folheando os guias de viagem de França em quase todos recomendavam uma visita aos mercados das principais cidades, mas um dos que vi que mais recomendavam era este na Quai Saint-Antoine em Lyon. Esta capital da alta cozinha tem a sua base nestes mercados, os melhores "chefs" procuram ali os alimentos mais frescos para preparar os seus pratos mais elaborados, directamente do produtor.

Lyon é uma cidade fantástica não tenho dúvidas, mas para mim o seu principal encanto estava neste mercado e nas suas animadas ruas repletas de restaurantes que davam vontade de fazer um roteiro gastronómico que depois exigiria uma dieta rigorosa.

Começámos o nosso percurso pela bancada das ostras, creio que será indispensável num mercado do género, mas o que gostei mais é que as pessoas escolhiam ali o marisco fresco e o café em frente preparava ou cozinhava ao gosto do cliente, as ostras por exemplo comem-se com sumo de um limão, vimos que para alguns dos trabalhadores do mercado, esse era o seu almoço.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:30



Guia de Cidades


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos


Posts mais comentados



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031