Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


PIRITQUITA, SINTRA, PORTUGAL

por mmsfr, em 03.11.12

click here for the english version

Turista ou local, se há uma coisa que se deve fazer quando se visita Sintra é comer um travesseiro da Piriquita. Também é famosa pelas suas queijadas.

Quando vivia em Portugal (Oeiras para ser precisa) este era o típico programa de Domingo á tarde: um passeio pelas ruelas do centro antigo de Sintra e depois sentarmo-nos na Piriquita (I ou II - há outra no fim da mesma rua) e comer um delicioso travesseiro.

Tem nome de almofada e o que sentia quando o comia era um grande conforto. O seu aspecto não é do mais apelativo que já vimos e não tem o glamour de um cupcake por exemplo mas assim que provamos este pastel feito de massa folhada com o recheio de doce de ovos e amêndoas polvilhado com açúcar, sentimos que chegámos ao paraíso. E quentinhos são ainda melhores.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05

PALÁCIO NACIONAL, SINTRA, PORTUGAL

por mmsfr, em 02.11.12

Já visitei o palácio várias vezes, desde os tempos das visitas de estudo até hoje e ainda assim consigo continuar a visitá-lo mesmo que tudo esteja exactamente como da primeira vez. Ao ler o livro Filipa de Lencastre (de Isabel Stilwell) voltei a ter vontade de entrar no palácio no qual a rainha terá tido grande influência na sua construção.

A primeira construção era árabe e a partir do século XII torna-se na residência da Família Real. Ao longo dos séculos cada rei foi fazendo obras para adaptá-lo as suas necessidades. No livro, Filipa que era casada com D. João I, terá sido uma grande influência nas relevantes obras que se fizeram no palácio. Hoje o que temos é um excelente exemplo de um Palácio medieval que mistura harmoniosamente vários estilos arquitectónicos como o gótico, o mudéjar e o manuelino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:18

JARDIM DO PALÁCIO NACIONAL, QUELUZ, PORTUGAL

por mmsfr, em 19.10.12

Versailles serviu de inspiração para muitos monarcas europeus para construir palácios cheios de esplendor e elegância. Em Espanha temos a Granja de San Ildefonso (Petit Versailles), a Rússia tem o Peterhof, a Áustria o Schönbrunn e em Portugal temos o Palácio de Queluz cuja inspiração não fica só pelo requintado interior mas principalmente pelos jardins de estilo francês.

O espaço que mais faz lembrar Versailles é o Jardim de Neptuno que parte da fachada das Cerimónias. Nele estão os dois mais emblemáticos lagos do Palácio, o de Neptuno e o de Nereida. O primeiro foi criado por Jean-Baptiste Robillion e concluído em 1771.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:08

CABO DA ROCA, PORTUGAL

por mmsfr, em 11.04.10

Hoje conhecemos...o ponto mais ocidental da Europa, o Cabo da Roca.

Tínhamos decidido dar um passeio de mota e queríamos vir aqui. Normalmente é um ponto de encontro para os "motards" mas vi muito menos do que habitualmente via circular por estas bandas.

Vir ao Cabo da Roca serve para relaxar e aproveitar a fantástica vista que proporciona da nossa costa.

 

 

 

Construído no século XVIII, o Farol do Cabo da Roca dá um toque ainda mais colorido a uma zona em que o azul e o verde predominam.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:11

COLARES VELHO, COLARES, PORTUGAL

por mmsfr, em 02.04.10

Hoje conhecemos...o restaurante Colares Velho.

 

Descobri este restaurante num guia da revista Sábado, a sua realidade correspondia letra a letra com tudo o que o jornalista tinha escrito. Acho que é uma pérola muito bem guardada pelos mistérios da velha Sintra que ainda é capaz de nos surpreender.

E como eu estava a precisar de um almocinho assim...ainda me lembro do primeiro dia que vim a este restaurante, precisamente na semana em que o vi no guia, o nosso filho fez uma birra daquelas e mal conseguimos comer. Mas voltámos tal como tínhamos prometido, fomos na nossa Vespa dar um passeio por Sintra e tivémos que parar aqui.

Digo-vos já...é do tipo de restaurante que vos conquista logo á entrada, pela sua decoração e charme, depois há a simpatia de quem lá trabalha e a comida, sem dúvida a comida. Aquele toque caseiro misturado com gourmet,e o pão...ai aquele pãozinho...os ovos mexidos com farinheira e os filetinho de polvo com açorda, tenho...água...na boca ainda!

Recomendo...muito!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38

PALÁCIO DE MONSERRATE, SINTRA, PORTUGAL

por mmsfr, em 02.04.10

Hoje conhecemos...o Palácio de Monserrate em Sintra.

Propriedade de Sir Francis Cook, foi construído no século XIX e é sem dúvida dos palácios mais bonitos de Sintra. Talvez não seja o mais imponente mas olhando para todos os pormenores percebemos a sua verdadeira grandeza. 

Nota-se a influência das viagens a negócio de Sir Cook em pormenores arquitectónicos, já que mantinha negócios na Europa e no Médio Oriente. 

 

 

 

Nota (04/03/2011) - Li no site da Câmara Municipal que já se pode visitar o interior do Palácio, quando visitámos estava a ser remodelado. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:37

PALÁCIO DA PENA, SINTRA, PORTUGAL

por mmsfr, em 19.04.09

 

Hoje conhecemos...o Palácio da Pena.

Há uns anos que aqui não vinha, desta vez vim "armada" com uma boa máquina fotográfica para capturar a fabulosa arquitectura deste Palácio único em Portugal. Na realidade fui também fazer um pouco de guia turística já que levei uma colega da minha empresa que veio do Brasil para trabalhar um mês cá. Como adoro estes passeios ofereci-me logo para lhe mostrar um pouco de Sintra que ela disse logo ter na sua lista como ponto a visitar.

No topo da lista estava o Palácio da Pena. Diz o Wikipedia que este foi o primeiro palácio romântico a ser construído o seguinte foi na Baviera. Quem diria...Sintra a capital do romance.

Tudo começou com um Princípe, D. Fernando vindo da Áustria para casar com D. Maria II, Rainha de Portugal.  Creio que era tio do Princípe Alberto, o que casou com a Rainha Vitória de Inglaterra (cuja romance é retratado num filme recente que já fui ver...e recomendo).

Era utilizado pela familia real como palácio de Verão. Há que apreciar cada detalhe deste palácio, cada recanto tem uma história, cada esquina não é só uma esquina. Adoro também as cores e o azulejo, a torre do Relógio e outros detalhes que lhe dão um tom romântico mas que depois contrastam com o ar mais rude das muralhas e a lembrança de que tem que se defender este território.

Uma nota especial para as influências mouriscas em alguns elementos do Palácio como um dos arcos de entrada, também eles dão um tom mais romântico ao palácio, que acaba por misturar vários estilos e influências.

Do interior não tenho fotos, no entanto vale sempre a pena visitar. Muitas salas mantém os móveis e objectos utilizados na altura. Muitos retratos da familia real, incluindo dos últimos reis de Portugal, gostei particularmente do Salão Nobre e dos aposentos da Rainha. A cozinha é sempre muito interessante e quase no final da visita ainda vemos o trono-sanita, sim...isso mesmo, até quando estavam a fazer as suas necessidades, um Rei ou uma Rainha estava sentados na cadeira do poder... 

 

Recomendo também um passeio pelos jardins do Palácio e apreciar a fantástica vista que tem para a Serra de Sintra e para o mar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:05



Guia de Cidades


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031