Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


NAVACERRADA, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 25.02.11

Tal como Valdesqui, a principal vantagem de Navacerrada é estar a pouco menos de uma hora de Madrid.

Hoje fomos  a esta estância exactamente porque a outra estava cheia e claramente percebemos porquê. Navacerrada é muito mais pequena, tem poucas pistas, que se contam com os dedos de uma mão além de serem quase todas relativamente curta excepto as da zona de Guarramillas.

Hoje estava ainda mais calor que ontem e nem todas as pistas estavam abertas, vermelhas estavam duas, a do lado direito e do outro lado (Guarramilla) estava outra pista aberta. Azuis estavam duas, na realidade eles contabilizam duas pistas quando é apenas uma.

Para quem está a aprender parece-me uma boa opção ainda que 25€ por dia para fazer duas ou três pistas bem curtas não me parece ser a melhor relação preço qualidade, custa 30€ se for ao fim-de-semana.  

Havia uma pista azul que era bastante interessante já que tinha árvores pelo meio, no entanto a qualidade da neve variava entre muito gelo ou muito solta o que fazia com que além de contarmos com as árvores como obstáculo tínhamos que contar também com os esquiadores que ficavam estatelados na pista. 

Creio que para pagar 25€ para ir aprender a fazer ski ou snowboard pela primeira vez parece-me razoável, para quem já sabe fazer bem o ideal é levantar bem cedinho e montar tenda á porta de Valdesqui. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

VALDESQUI, MADRID, ESPANHA

por mmsfr, em 24.02.11

Hoje esquiámos na estância de Valdesqui que fica a uma hora de carro da cidade de Madrid.

É pequena se a compararmos com Serra Nevada por exemplo, mas a verdade é que a pouco tempo de Madrid não podíamos exigir muito mais. Para "matar o bicho" como se costuma dizer, serve perfeitamente. Mas para quem tem um nível de ski mais avançado acredito que se torne um pouco...aborrecida. Tem pistas azuis e verdes, algumas das azuis começam como vermelhas mas em troços muito curtos.

Tivémos muita sorte com o tempo estava um sol fabuloso e até algum calor o que mais a meio da tarde fazia piorar as condições da neve. 

 

As infraestruturas ajustam-se á dimensão da estância, tinha duas cafetarias e logo por azar escolhemos a pior que fica a meio da estância, ficámos com a sensação que a melhor seria a de baixo junto ás escolas, bilheteiras, etc.. Na que fomos só havia a chamada comida de "basura", podíamos escolher entre um "perrito caliente" (cachorro quente) ou uma sandes de tortilla, tudo coisas leves. As batatas fritas e outras bebidas como Coca-cola eram compradas em máquina. Os horários também estranhos, fechavam ás 15h30.

Já a estância fecha ás 16h30, sendo que a última subida é ás 16h00.

 

Website: http://www.valdesqui.es/pistas.php

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23

SOLDEU, ANDORRA

por mmsfr, em 15.03.10

Hoje conhecemos...Soldeu, conhecida pela sua estância é uma pacata e pequena localidade nos Pirinéus. 

Ficámos hospedados nos apartamentos Deu Sol, que ficavam á entrada de Soldeu e ainda era longe da entrada da estância se fossemos a pé, mas havia uma carrinha (conduzida por um português) que fazia o transporte até lá. No dia em que perdemos a carrinha ou que ainda não tinha horário apanhámos um autocarro público. 

No nosso primeiro dia caiu um nevão grande pelo o que sabíamos que nos esperava uma boa semana de neve fresquinha.

Não nos podemos queixar porque apanhámos dias de tempo excelente com óptimas condições para o ski e para o snowboard. 

Como estávamos num apartamento algumas refeições fizémos em casa, outras comemos num restaurante dentro da própria urbanização que não era caro e a qualidade era bastante boa, gostámos particularmente das pizzas, mas tinham menus diários cujos pratos eram de boa confecção e autênticas especialidades. Não nos arrependemos nada de ter ali ficado principalmente pela sua relação qualidade/preço e pela simpatia de quem por lá trabalha.

Quanto á estância, pertence a Grandvalira e com um forfait podemos ir a Pas de La Casa, Encamp, El Tarter, Canillo, etc.. 

 

O nosso ponto de encontro para o "apréz-ski" era um Irish Pub logo á saída do teleférico de Soldeu. Aqui matávamos a fome e a sede, com "patatas bravas" e ao almoço chegámos a comer ali para não estar sempre com os "bocadillos". 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59

ESTÂNCIA SERRA NEVADA, ESPANHA

por mmsfr, em 30.03.09

Hoje conhecemos…a estância de neve da Sierra Nevada.

Fomos exactamente antes da semana da Páscoa, não podíamos ter feito melhor escolha de época. Boa neve, boas condições para o ski ou snowboard, bom tempo com alguns dias um pouco mais tremidos, mas sempre com posibilidades de esquiar. Creio que o pior dia foi o primeiro em que se montou um nevoeiro que só andei numa pista verde e mesmo assim não via um palmo, de resto sempre em grande.

Ficámos no Grand Hotel Monachil que tem acesso directo ás pistas, pelo menos para quem já faz muito bem, eu por ejemplo não arrisquei e desci sempre pelas cadeiras que davam acesso ás telecabinas.

Eu gostei do Hotel, não é própriamente o mais luxuoso mas está localizado numa zona mais calma e para quem sabe, pode perfeitamente aproveitar a vantagem de ter acesso directo ás pistas sem ter que subir ou descer cadeiras.

A comida funciona com buffet, a única coisa que nos podemos queixar (para além da falta de sabor de alguma comida) foi que ao fim de alguns dias começamos a enjoar com a falta de variedade. Mas como tem um preço atractivo não nos podemos queixar muito. Quando queríamos variar um pouco mais, fazíamos um “apréz-ski” mais reforçado e depois íamos ao buffet só para comer fruta ou uma salada.

Ainda fomos a alguns bares, um com uns portugueses que conhecíamos e que encontrámos ali, Irish Coffee que fica na Plaza da Andaluzia.

Outro dia fomos ao Xnou Bar que era logo á saída do Rio (a principal pista que vai até á praça da estância, a alternativa é descer pelas cadeiras) e depois outro ao pé das telesillas que davam acesso ao nosso hotel. Conhecemos ainda o Tia Maria que foi dos que mais gostei, era mais acolhedor e o que comemos estava óptimo.

Lá em cima comemos os bocadillos e pizzas do costume, entre eles pode-se dizer que a qualidade não varia muito, mas como o foco é aproveitar o tempo de neve ao máximo, acabamos por deixar as refeições em segundo plano.

Quanto a materiais de ski e aulas, nós comprámos a viagem pela Sporski, cometi o erro de contratar com eles as botas e os skis, dirigi-me á Loja Monitor Tecno que tem o acordo com eles. Uma desgraça! Um drama! Eu diria até que fui vitima de maus tratos. Nunca mais volto a prender a um serviço desta maneira porque quase saio a perder…digo quase, porque os skis aluguei mesmo lá para não piorar a situação económica.

Para além da má educação e da forma como tratam clientes, sejam eles quais forem (nem as criancinhas ficaram imunes), o material que nos deram era de péssima qualidade. A prova é que no primeiro dia, para além de uma incrível dor nos pés porque eles não acertavam com o número (nem queriam), passei a vida no chão e pensava que era de ser azelha. Vim mais tarde a verificar numa outra loja que os skis não estavam bons e que deviam estar mais “afiados” para cortar melhor a neve. Nessa mesma loja, o dono pediu ao empregado para ali me pôr os skis como devem estar (e não o tinham que fazer), explicou-me depois o que deveria fazer para reconhecer quando os skis são maus ou bons. No dia seguinte voltei, não aguentava com os pés, descubro que é podólogo e que trabalha com muitos instrutores e socorristas da estância, que chega a moldar-lhes as botas aos pés. Eu que sofro tanto com isso, os de ski sabem do que falo, decidi experimentar. Após várias apalpadelas e exercicios com os pés, lá comprei umas botas que a meu ver não foram muito caras (custaram perto de 200€) e ao final de uma semana parecia que os meus pés estavam nas nuvens. O meu rendimento subiu consideravelmente. O nome da loja Iliberis e fica na rua do Hotel Mélia Sol y Neve.

As aulas na escola oficial tinham um preço exorbitante, fui a uma outra escola onde me calhou um Javi que era cinco estrelas. Aprendi mais em dois dias de aulas com ele, que uma semana de aulas de grupo, sem dúvida prefiro as particulares por mais dinheiro que nos custe, mas depois temos mais tempo e técnica.

A qualidade do equipamento é parte fundamental do bom aproveitamento da estância. Apresentei a minha reclamação á Sporski, mas não pedi devolução do dinheiro do aluguer das botas, informei apenas da pobre qualidade do serviço prestado por um parceiro deles e que devem ter atenção a este facto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:07

SUMMIT AT SNOQUALMIE, EUA

por mmsfr, em 30.01.07

Na nossa estadia em Seattle pedimos ao meu primo para que nos recomendasse uma estância de ski/snowboard que não fosse muito longe. Uma das que está mais perto é esta The Summit na Snoqualmie Pass. Demorámos menos de uma hora a lá chegar saindo de sua casa.

No meu caso pedi uma aula particular na zona do The Summit central enquanto marido foi aproveitar a estância sozinho.

Na realidade acabo por não ter muitas fotos nem uma grande experiência para contar, porque fiz apenas duas pistas. A primeira que desci algumas vezes com o professor era para iniciados, quando ia a descer a segunda, uma pista azul, começou a chover. Já nem sei bem como fiquei presa a meio da pista e tiveram que tirar-me de lá, até que o professor percebesse que era a sério já eu não conseguia mexer nem pernas nem mãos pelo o que tiveram que transportar-me de maca. Não acabou bem a visita á Summit mas no posto médico fui muito bem tratada e tudo não passou de um susto. 

O marido aproveitou algumas pistas e diz que gostou da estância, ficou com pena de não a conhecer melhor mas com a chuva tornou-se mais complicado praticar fosse o que fosse.

 

Website:http://www.summitatsnoqualmie.com/Mountains/Central

e Mapa das pistas: http://www.summitatsnoqualmie.com/files/pdf/SummitCentralMap2010.pdf

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:56

GROUSE MOUNTAIN, VANCOUVER, CANADÁ

por mmsfr, em 27.12.06

Na nossa curta estadia em Vancouver, tivémos a oportunidade de visitar a Grouse Mountain na parte mais a norte da cidade.

E a primeira parte dessa aventura começa nos teleféricos que nos levam ao topo, a viagem é emocionante e chegámos a fazer alguns videos porque a verdadeira emoção estava no seu balançar quando passava nas torres.

Assim que chegamos o que impressiona é a fantástica vista que tem da cidade de Vancouver, vemos os seus arranha-céus e a Deadman island. 

 

Não tivémos muito tempo para explorar a montanha, de qualquer forma há muito que ver e fazer aqui. Desde as típicas actividades de ski, snowboard ou patins no gelo, tem restaurantes com a tal vista fantástica, "trekking" e nele também se podem ver algumas espécies protegidas como o lobo cinzento e o urso, além de várias espécies de pássaros que levam muitos fotográfos a visitar a montanha.

 

 

Website: http://www.grousemountain.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21

SERRA DA ESTRELA, PORTUGAL

por mmsfr, em 29.04.04

Hoje conhecemos...a estância da Serra da Estrela.

Depois de termos ido uns quantos á neve em Fevereiro a Baqueira, nasceu um "bicho" que é um vicio pelos desportos de neve, no meu caso o Ski. De tal maneira, que para continuar a alimentar o "bicho" lá nos contentámos em passar a Páscoa na nova estância da Serra da Estrela.

Realmente é complicado fazê-lo, no final da temporada e logo a seguir á melhor estância de Espanha, é sair de um Ferrari para conduzir um Cinquecento. Assim tivémos que pôr o "bicho" de regime porque não é de todo a mesma coisa. Eu diria que a Serra da Estrela é a zona de aprendizagem de Baqueira tal é o reduzido número de pistas abertas e também o quão curtas são.

Há também que perceber que há ainda poucos meios para a Serra, quando neva fecham a Torre e não se pode esquiar, tonto não? Principalmente quando noutras estâncias se pode, mas a verdade é que eu

Ficámos instalados a uma hora da Serra, na casa que a minha irmã construiu na terra do meu pai.

Devo admitir que foi um bom fim de semana, mais calminho e apesar de a Serra ser mais limitada em termos de condições para ski ou snowboard, para quem está a aprender como eu acaba por ser bom para o treino.

Não esquecer quando estiverem na Serra de passar em Folgosinho para alimentar outro "bicho" com uma variedade de cozinha regional que deixa qualquer um a chorar e a pedir por mais...pena que está sempre cheio, mas quando somos há sempre um cantinho para acomodar todos.

E se forem de carro não se esqueçam de procurar a cabeça de velho...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55



Google Translator


Guia de Cidades


Quantos visitaram II


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

Onde Vivemos




Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031